Você verá que a emoção começa agora...
Agora é brincar de viver!
(Guilherme Arantes)





sexta-feira, 26 de outubro de 2012

A SIMPLICIDADE QUE ENCANTA EM CANIÇAL FUNDEIRO

Localizada no Distrito de Castelo Branco, em Portugal, Caniçal Fundeiro é uma pequena aldeia… onde nasceu o Seu Zé, pai do Fer e pelo que pude ver pouca mudou por lá desde que o meu sogro deixou essa terra.

DSC02322

Aqui moram 2 irmãs do Seu Zé e essa é a casa da Tia Carmem e por incrível que pareça o nome dela nada tem a ver com esse, seu nome de batismo é Maria de Nazaré Mendes, mas disse ela que sua madrinha se chamava Carmem e por isso começaram a tratá-la por Carmita… Carmem, e assim foi até pouco tempo. Pouca gente sabe que não é esse o nome dela… rsrsrsrs. Ela vive aqui com o Tio Carlos, seu marido.

DSC02340

Essa era a casa antiga da Tia Carmem, onde criou seus 5 filhos…

DSC04745

Olha os dois ai!

DSC04749

As ruas da pequena aldeia.

DSC04645

Fer o mais novo de todos os primos, da esquerda pra direita, Luis (marido da prima Maria), Zé Mendes e Adelino.

DSC04583

Do outro lado da estrada que corta o Caniçal Fundeiro está a casa da Tia Emilia, irmã mais velha do Seu Zé, casinha ao fundo pintadinha de branco, já a casa ao lado sem pintura, foi a morada dos pais do meu sogro e onde ele viveu até partir para o Brasil. É emocionante estar nesse lugar.

DSC04734

Aqui estão eles, Tio Dionilde e Tia Emilia.

DSC02779

Nesse lugar simples de gente humilde, viveu o Seu Zé e vivem até hoje suas irmãs, seus sobrinhos… pessoas de bem, de coração grande, honestas, verdadeiras, bondosas, saudosas e que nos encantam com suas histórias e a maneira simples com que vivem até os dias de hoje.

DSC02341

Nessas terras de solo seco e rochoso…

DSC02284

…planta-se vinhas e produzem o próprio vinho.

DSC02303

Tem abóboras…

DSC02308

Marmelos… hummm azedinhos, gostosos! Fazem marmeladas deliciosas!

DSC02312

Oliveiras centenárias ainda estão a produzir…

DSC02313

as azeitonas que vão dar origem ao azeite mais saboroso que já provei.

DSC02315

A natureza desenha a vida em uma gota de chuva na folha de couve.

DSC02328

Pra nós vagem, mas pra eles feijão verde.

DSC02333

Cebolas e batatas como por mágica brotam deste solo seco.

DSC04704

DSC02338

Uma fruta até então desconhecida pra mim, o Medronho,  o sabor se assemelha um pouco ao da nossa pitanga, muito gostosa e com ela se faz aguardente.

DSC02401

Na companhia do primo Américo, Fernando colhe castanhas portuguesas.

DSC02785

São lindas e muito saborosas, assadas ou cozidas.

DSC02786

Era dia de sardinhada… ehehehehehe! Na foto: Mônica, Adelino, Fernanda, Mônica, Zé Mendes, Maria, Luis, Fernando e os miúdos (como se diz aqui) Zezito e Rodrigo.

DSC02380

As sardinhas são assadas no lume, assim eles denominam o que chamamos de fogo.

DSC02366

Meu Deus… elas ficam muito boas!

DSC02364

Todos pra mesa, muita comida, vinho e azeite que não podem faltar em uma mesa portuguesa.

DSC02734

A última garrafa de vinho foi lá fora… ehehehehe, a derradeira. Os sobreviventes… Fer, Abilio, Beatriz e eu. Muitas risadas e bom papo… pra ficar na lembrança.

DSC02387

Uma aula sobre como fazer um bom vinho na adega do Luis, é claro que temos que provar todos pra ver qual é melhor… rsrsrsrs.

DSC02396

Aqui na adega do Adelino, é meu filho, cada um tem a sua e não pensem que eles vendem esse vinho não… ahahaha, é pra consumo próprio, beber uns copos com os amigos e familiares… que perdição. Se o Ricardo, meu irmão, estivesse aqui iria ficar louco.

DSC02812

Olha aí Tia Emilia, com sua doçura, pronta para levar o pão que ela e seu filho Américo prepararam, ao forno …

DSC02742

Olha que lindos!

DSC02743

E vai pro forno…

DSC02745

Enquanto isso a gente espera e bate papo.

DSC02753

Aproveitando o forno, vão também as maçãs colhidas ali mesmo, receitinha do Américo que é ótimo cozinheiro, com açucar e vinho do Porto, uma delicia de sobremesa!

DSC02751

Olha elas aí… maçãs colhidas no quintal, não é demais?

DSC02813

Também criam ovelhas.

DSC02264

e tem cabra também…

DSC04625

Olha a gente ai com a Tia Emilia, Tio Dionilde e o Américo.

DSC02277

Com os miúdos… Rodrigo (Maria e Luis) e Zezito (Zé Mendes e Mônica).

DSC02361

Com a prima Maria do Anjos.

DSC02730

Fotos de familia…

DSC02731

Com a Mônica e o Zé… Zezito ja estava dormindo… rsrsrs.

DSC02741

Adelino, Fernanda e Mônica… faltou a Catarina.

DSC02809

mas ela estava trabalhando, nos Bombeiros de Proença-a-Nova.

DSC02808

mas sempre que podiam, ela seu namorado André, também bombeiro, estavam conosco.

DSC04502

Jantando em Proença-a-Nova com a Lena, Mônica, Beatriz e Abilio. Noite deliciosa!

DSC02818

As tias, um xodó com o sobrinho caçula e o Fer pra retribuir todo o carinho fez o que elas pediram…

DSC04653

… tirou a barba e ficou só de bigode, como o querido irmão mais novo das duas, o Seu Zé.

DSC04822

Nos despedimos às lagrimas do Caniçal  Fundeiro, com a promessa de não demorar a retornar.

5 comentários:

vani lamberti disse...

Muito emocionante!!!!!Estou muito feliz de ter tido a oportunidade de conhece-los, pessoas boas,simples, acolhedoras, receptivas,batalhadoras,
honestas,respeitadoras,etc. etc.etc,gente do bem, assim como era o Seu Zé. Nunca na minha vida vou esquecer os dias que passei nesse lugar, e poder perceber que o mundo não é só maldade!!!Em primeiro lugar agradeço a Deus, em segundo ao Fernando e a Paula por terem me proporcionado tudo isso,
sou muito feliz!!!!!!!!

LILO disse...

É isso aí pessoal !!!!!
Linda família Fernando...parabénssss !!!!
Saudades

Lilo

Murilo Carani Coube disse...

nossa... que emocionante.
No mes passado visitei Genova, cidade de onde partiu a familia de minha vò. Essas coisas tocam o coraçao. Parabens pra voces

Mario Bocamarela disse...

Que familia maravilhosa! A gente daqui fica emocionado, imagino voces!
Parabens

Anônimo disse...

Estou acompanhando a viagem, muito legal, mas será que daria pra Paula parar de fazer a mesma cara em todas as fotos? Que coisa irritante.