Você verá que a emoção começa agora...
Agora é brincar de viver!
(Guilherme Arantes)





terça-feira, 29 de maio de 2012

BERMUDA, FICA NA SAUDADE!

 

Ai está, o Andante esbanjando formosura na baía de St. George’s, só aguardando as ordens do comandante para a próxima grande navegada.

DSC02215

O Zé não se deixa intimidar pelos grandões, sempre dando uma empurradinha daqui e outra dali e garantindo seu lugar ao sol… ele é fogo! Rsrsrsrs.

DSC02170

Ai… nosso cantinho preferido, em nosso porto preferido. White Horse Pub e Restaurant, St. George’s.

DSC02222

Varanda com bela vista.

DSC02155

Bud Light gelaaaada!

DSC02163

E dá uma olhada no visual!

DSC02251

St. George’s by Paula Lamberti.

DSC02223

DSC02227

Cores do entardecer.

DSC02185

O Andante majestoso na noite clara de Bermuda.

DSC02214

Em nosso penúltimo dia, pela manhã, ultimos acertos para a travessia, Bermuda à Açores, a maior até agora. O frio começa a gelar a barriga…

DSC02236

O Fer mergulhou nas águas azuis e gelaaadas da baía de St. George’s para limpar o casco, na verdade, foi mais para limpar o leme, o casco estava em ótimas condições… eu só na vigia… quando ele já tinha terminado o serviço e estava na escadinha da plataforma de popa apoiado em um dos degraus, ele caiu de volta na água e ficou tentando escalar a popa do Andante pelo cabo do turco, com os olhos arregalados… e eu sem entender nada… – Fer o que foi! O que está acontecendo?

DSC02235

Quando finalmente ele conseguiu subir, disse que alguma coisa o mordeu e com o susto ele caiu de volta na água mas não conseguia ver o que era. Gente! Eu morri de rir da cena, até ver a mordida que o peixe abusado deixou na perna do meu Comandante… e ainda ficou dois furinhos de seus dentes atrevidos. Foi um susto, mas foi engraçado também.

DSC02244

DSC02282

No dia em que chegamos, ainda atracados em frente o prédio da imigração, ouvimos uma gritaria e muita gente aglomerada em cima de uma ponte, parecia uma manifestação, sei lá… ficamos sem saber o que era… e eu já pensei… até aqui tem barraco… rsrsrsrs.

DSC02279

até que descobrimos… todos os dias por volta das 11h, chegam ônibus de Hamilton cheios de turistas e a praça de St. George’s fica lotada. Aí acontece uma encenação ao ar livre, que mostra aos turistas como as pessoas eram castigadas por ali antigamente.

DSC02311

Eles contam a história de uma mulher muito a frente do seu tempo para aquela época, atrevida, respondona, frenquetava bares, bebia em publico, saia com vários homens… e toda vez que aprontava alguma, era levada à gangorra do castigo… a encenação é muito bacana e arranca gargalhadas dos espectadores.

DSC02296

Bem, ela não arreda o pé de suas malcriações, mas na hora H, ela pede desculpas e implora que não seja jogada naquelas águas geladas… bem, isso não é encenação, a água está gelada mesmo.

DSC02298

Impiedosamente e pra surpresa de todos que estão assistindo ela é mergulhada na água por várias vezes… Coitada! Acreditem, ela faz isso todos os dias, pode estar o frio que for… ótima atriz, interage com todos, com pedidos para que intercedam por ela, é muito engraçado.

DSC02301

Olha ela ai, depois de vários banhos! Muito bom! Na verdade, pra quem não gosta de água esse era o castigo perfeito.

DSC02304

Curiosidade – uma das maiores inovações da moda foi criada em Bermuda, se trata do calçao tipo bermuda. Na época da criação da roupa existia uma lei que proibia as mulheres de mostrarem as pernas, então no verão, elas começaram a cortar suas calças abaixo do joelho, para que vestimenta ficasse mais fresca, as mesmas depois de ficarem populares por aqui, foram batizadas com o nome da ilha e hoje é moda no mundo inteiro. Mas aqui até em uniformes e trajes elegantes se usa a famosa bermuda que é uma tradição da ilha. Veja abaixo, o cidadão de paletó, gravata, bermuda, meia 3/4 e sapato, cenas assim, você só encontrará em Bermuda!

DSC02362

Bem, como eu sei que o pessoal gosta de ver fotos, ai vão mais alguns cliques de Bermuda.

DSC02328

DSC02330

DSC02333

DSC02346

 DSC02349

É… fizemos amigos em Bermuda, mais precisamente em St. George’s, lugarzinho que adoramos. Esse aí é o gente boa, Vinicius Caldas, cearense, de Fortaleza, casado com uma bermudense e feliz da vida por estar morando nessa ilha mágica.

DSC02377

Mais um motivo pra sua felicidade foi ter inaugurado sua lojinha (assim que ele a chama carinhosamente), ou melhor, seu Studio de Tatuagem, no dia em que a gente chegou na ilha. Esse menino era só sorrisos, já no outro dia, sua agenda estava lotada e várias pessoas marcando hora pra fazer uma tatoo com o fera.

DSC02359

Ele e seu sócio estão com toda a energia pro negócio decolar. Brasileiro, gente do bem, empolgadíssimo com o trabalho… é sucesso na certa! Foi muito especial conhecê-lo, num lugar tão distante e tão maravilhoso quanto essa ilha.

DSC02360

Essa é a frente da “lojinha” dele, já os fundos dão pra aqueles tons de azul indescritiveis do oceano em Bermuda. Assim… e tão especial, foi nossa passagem por esse lugar encantador.

sábado, 26 de maio de 2012

HAMILTON, A CAPITAL DE BERMUDA

 

No outro dia, como num passe de mágica, muito gel antiinflamtório e reza… rsrsrs… meu pé estava ótimo… aff! Que susto! Pegamos um buzão e fomos para a capital, Hamilton. A passagem de ônibus aqui é U$ 4, facada hein!

DSC02075

Durante os 40min de viagem, fomos brindados com lindas paisagens… esse tom azul da água brota do meio da vegetação e mais a frente as casas de telhados branquinhos… é um show!

DSC02077

Passando pelas pontes que ligam uma ilha a outra, é essa a visão que temos.

DSC02081

Bem chegamos, essa é a prefeitura de Hamilton.

DSC02082

Nos deparamos com uma cidade movimentada, cheia de carros e muita gente pelas calçadas. Ah… aqui não se pode alugar carro, ou seja, só moradores tem automóveis, para os turistas estão à disposição para aluguel, aquelas scooters, motinhos, tipo biz, eles dizem que é porque é perigoso, devido a mão inglesa adotada na ilha e algumas regras de trânsito próprias. Nós preferimos o transporte público mesmo.

DSC02121

É em Hamilton que chegam vários os cruzeiros, que vêem principalmente dos EUA, mas também chegam alguns cruzeiros da Europa. Essa é a avenida do porto (foto abaixo), nessa rua estão muitas lojas de marcas conceituadas, sabe como é que é… turistas cheio da grana, vêem presentear suas esposas com brilhantes da Tiffani, maquiagens da MAC (ah, encontramos uma brasileira trabalhando na loja da Mac, o nome dela é Márcia, uma paulista muito simpática) e assim vai…

DSC02086

A moeda de Bermuda é o “dólar bemudense” que tem o mesmo valor do dólar americano, que inclusive eles aceitam também, mas com uma diferença, você compra metade do que compraria nos EUA com a mesma quantidade de dinheiro, aqui é tudo muito caro… uma cervejinha long neck é no minimo U$7… putz!

DSC02125

As religiões que predominam aqui são a Católica e a Anglicana, essa, acima, é uma igreja anglicana. Abaixo, detalhes da arquitetura.

DSC02119

Bequinhos simpáticos.

DSC02094

DSC02090

Nos disseram em St. George’s que o Flanagan’s é o melhor bar e restaurante de Bermuda, então… vamos lá!

DSC02096

O lugar é muito bonito e bem decorado, seria mais aconchegante se não fosse pelo maldito ar condicionado…

DSC02109

Mas tudo bem, vesti um moleton e o Fer pediu uma Guinness, encorpada… pra ver se aquece.

DSC02111

Hummm… aquela cebola do Outback, sim… tem Outback aqui também.

DSC02110

E pra encerrar, pedimos um cafézinho pra não sentir aquele soninho, afinal tinhamos que voltar… mas o café estava horroroso, olha a minha cara… rsrsrsrs.

DSC02113

Depois de dar mais um rolê em Hamilton pegamos o buzão de volta pra St. George’s. Foi um belo passeio.

DSC02130

quinta-feira, 24 de maio de 2012

BERMUDAS… UM SONHO DE LUGAR!

 

No dia em que chegamos, depois de fazer os papéis de entrada, ancorar, tirar o Zé do convés e colocá-lo nas águas cristalinas da Baía de St. George’s… estávamos exaustos, afinal passamos uma semana no mar, fazendo turnos e a chegada é sempre uma mistura de adrenalina e tensão por estar entrando em um novo e desconhecido porto. Conclusão, apesar da vontade de desbravar logo aquele lugar tão charmoso aos nossos olhos e bem ali, à nossa frente, adormecemos! No outro dia, pela manhã, nos deparamos com esse cenário lindo e colorido… após o café, desembarcamos do Andante pra voltar só no final da tarde.

DSC02268

A vila de St. George’s vista da baía parece mais um cidade cenográfica, casinhas coloridas, com coberturas feitas de concreto (para suportar os furacões que por aqui passam) todas pintadas de branco. É tudo tão bem cuidado e arrumadinho que parece ser de brinquedo… uma vilinha playmobil.

DSC01912

É curioso imaginar que nesse pontinho no meio Atlântico Norte existe uma vida cheia de rotinas como a nossa no continente… trabalho, escola, comércio, bares, vida noturna, enfim… só que rodeado por um oceano com muitos tons de azul.

DSC01915

Bermuda é destino de milhionários que constroem suas mansões por aqui e desfrutam de belas praias, bons restaurantes e muito sossego e privacidade. Ah… mas não pense que qualquer um pode construir nessa ilha… eles valorizam muito a população local e casas abaixo de U$10 milhões, não estão à venda pra estrangeiros, ou seja, a menos que você esteja disposto a gastar no mínimo essa quantia poderá ter uma casinha por aqui.

DSC01916

No caso de ter um comércio na ilha e abrir vagas de emprego… se aparecerem candidatos com mesmos requesitos e entre eles houver estrangeiros, o empregador obrigatóriamente tem que contratar o local, o bermudense. A comunidade local é tão valorizada por aqui, que talvez seja por isso que nos cumprimentem, com sorrisos largos e muita simpatia, nos fazem sentir acolhidos, é incrível.

DSC01928

Na ilha são fabricados alguns perfumes, que só são comercializados aqui, são famosos e exclusivos, aqueles que dificilmente você irá encontrar alguém usando, a não ser a pequena parcela de pessoas no mundo que vem visitar Bermuda. E acreditem, eu que sou chata para escolher perfumes, gostei muito de um… delicioso… não resisti!

DSC01930

O arquipélago que é constituído por uma ilha principal e um conjunto de pequenas ilhas separadas por estreitos canais, hoje ligados por pontes rodoviárias, foi descoberto pelo espanhol Juan Bermúdez (daí o nome Bermudas), provavelmente entre 1503 e 1511.  Bermuda foi ocupada pelos britânicos em 1609, mas apenas em 1684 se tornou colônia inglesa.

DSC01941

E continuamos nossa caminhada…

DSC01946

Fomos até Tobacco Bay, uma praia mais ou menos 1km de St. George’s, uma bela caminhada e quando chegamos nos deparamos com tamanha beleza.

DSC01965

Águas incrivelmente cristalinas que vão do verde ao azul claro em tons que parecem inéditos, formações de rocha vulcânica protegem a praia e a livram de ondas… nossa é de tirar o fòlego!

DSC01956

DSC01972

Só tomando uma pra acreditar que chegamos à esse paraíso com nosso barquinho à vela! Temos que nos beliscar a cada momento… não é demais?!

DSC01976

Fomos visitar o Fort St. Catherine.

DSC01982

Em exposição, jóias da Corôa Inglesa.

DSC01985

São vários os fortes que protegem a ilha, mas na verdade acredito que a maior proteção do arquipélago foi o fato de estar rodeado por recifes que levaram ao naufrágio 53 navios.

DSC01990

Imaginem a movimentação por esses corredores quando o forte estava em plena atividade. Abaixo a sala de munições, vejam o tamanho das balas de canhão… caraca!

DSC01991

Os canhões são impressionantes, nunca vimos tão grandes.

DSC01992

O Fer não resistiu e quis colocar o cabeção lá dentro, pra se certificar do tamanho da boca do canhão… rsrsrs.

DSC01993

Aqui um canhão mais moderno.

DSC02000

A paisagem que cerca o forte é maravilhosa, a cor dessas águas deixa qualquer um de boca aberta.

DSC01994

DSC02012

DSC02013

DSC02001

Gente, esses tons de azul são realmente irresistíveis ao olhar, não conseguimos desviar os olhos, ficamos hipnotizados.

DSC02023

No caminho de volta à St. George’s, passamos por uma estradinha que margeia o mar… um show!

DSC02024

As paisagens são cinematográficas.

DSC02025

DSC02031

DSC02040

Mais um forte.

DSC02044

Lá de cima, avistamos o nosso querido Andante, descansando na baía de St. George’s.

DSC02055

E os charmosos telhadinhos brancos das casinhas coloridas da vila.

DSC02056

St. George’s é o coração de Bermuda, apesar de sua capital ser Hamilton, maior e mais desenvolvida, toda sua história começa aqui nesse lugar.

DSC02065

Depois de caminhar bastante, uma paradinha no Wahoo’s para tomar uma cervejinha e beliscar algo.

DSC02064

Durante o passeio pela praia de Tobacco, eu fiz o favor de pisar em um negócio no chão e cair… rsrsrsrs, ainda bem que o Fer não teve tempo de filmar… kkkk.

DSC01977

Conclusão, torci o pé e só quando cheguei ao barco e tirei o tênis, percebi que não conseguia mais apoiar o pé no chão. Eu apavorada, já comecei a mexer na caixa de primeiro socorros, imaginando que não poderia continuar passeando na ilha e teria que ficar de molho. Putz!

DSC02074

Estamos bem abastecidos de remédios e inclusive temos imobilizador para tornozelo, perna, pulso, braço, dedos. Depois de passar um gel antiinflamatório e imobilizar o pezinho, passamos o final da tarde no Andante… rsrsrs. Que saco… a noite ainda arriscamos uma saidinha (eu meio manquitola) pra tomar uma cervejinha no White Horse, bar que virou o nosso preferido das noites em St. George’s.