Você verá que a emoção começa agora...
Agora é brincar de viver!
(Guilherme Arantes)





terça-feira, 31 de janeiro de 2012

WALLILABOU–CONTINUAÇÃO

 

Na terra de Jack Sparrow, mergulhamos na magia do cinema…

DSC00923

Nesse pier, ficou atracado, o famoso navio pirata “Pérola Negra”… e o Andante está aí, atrás da gente na foto, adquirindo curriculo. Eta lêlê!

DSC00925

É muito legal imaginar, toda a movimentação que aconteceu por aqui. No restaurante que fica nesse prédio meio rosa no fundo da foto, fica rolando os filmes Piratas do Caribe 1, 2 e 3… e podemos ver as cenas que aqui foram gravadas e reconhecer os lugares, algumas peças, a praia, o pier, uma janela aqui, uma porta acolá, uma geral da baia que é muito bonita, enfim… é uma viagem maluca! A gente se transporta pra dentro do filme, é emocionante pensar que uma produção desta que corre o mundo todo, muitas pessoas assistem… e a gente tá aqui, no lugar onde parte das gravações aconteceram … muito legal! Pode até ser meio piegas, mas eu adoooooro!

DSC00929

DSC00935

Olha o meu pirata ai… o Barba Negra! Não abandona a latinha, nem por reza brava… rsrsrsrsrs.

DSC00944

Olhem este mastro sendo escalado por um pirata… é o mastro que usaram no filme, na cena inicial que o barco afunda e ele sai andando pelo cais, na maior pose como se nada tivesse acontecido…

DSC00943

Veja o mastro ai…

DSC01084

DSC01085

DSC01083

Essas são algumas fotos de Jhonny Depp, nos intervalos de gravações… que fofo! rsrsrsrsrs…

DSC01087

DSC01088

Depois da exploração cinematográfica, fomos conhecer uma cachoeira famosa aqui em Wallilabou.

DSC00956

O lugar é muito bonito e bem conservado, mas pra nós que vivemos em um país tropical como o Brasil, cheio de belezas naturais, essa cachoeira não nos impressionou muito.

DSC00961

Mas valeu a caminhada como exercício do dia e também ficamos um tempo livre dos chatos de plantão.

DSC00962

Os nativos fazem colares, pulseiras e brincos com as sementes aveludadas desta planta, são bem interessantes.

DSC00989

Fomos de bote na Baia ao lado, que se chama Keartons Bay. Possui uma praia de areias escuras, mas com uma água muito cristalina.

DSC00991

Era domingo e no final da tarde rolou um futebol do pessoal local. Nosso bote estava do lado de lá dos limites do campo e tivemos que passar pela água… meu, eles se matam pela posse de bola e tinhamos que atravessar, a bola vinha para o nosso lado e a galera parecia um estouro de boiada pra cima gente… mas conseguimos sair sãos e salvos… eheheheheheh!

DSC00990

A noite como combinado, fomos ao bar do Anthony. Levamos alguns presentes, camiseta do bar e garrafa de cachaça. Olha ele ai, já pode fazer parte da equipe do Bar do Português. Fala a verdade, parece o Robinho mais velho (garçom do Bar em Bauru)… rsrsrsrsrs!

DSC01016

Como promessa é divida, ensinamos à ele como se faz a “Caipirinha”.

DSC01020

E ele aprendeu e aprovou!

DSC01048

Levamos nosso ipod e o som da noite foi “Brazilian Music”.

DSC01080

Nos divertimos muito, foi uma noite impar!

DSC01082

Ainda fizemos um mergulho maravilhoso na baia de Wallilabou, mas posto as fotos sub depois porque estão na câmera dos Allegros.

Esse portal esculpido pela natureza, também aparece no inicio do filme, mergulhamos ai e o cenário debaixo d’água é fascinante, muitos corais e peixes de diferentes tipos, pedras enormes parecem montanhas submersas e a gente tem a sensação de estar voando… show de bola! Em breve postarei fotos do mergulho!

DSC01012

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

WALLILABOU E PIRATAS DO CARIBE!

 

Depois da nossa experiência no Blue Lagoon, partimos no outro dia pela manhã para Wallilabou, lugar que foi locação do filme “Piratas do Caribe 1, 2 e 3”. Logo na entrada da Baía, avistamos um pequeno barco com um negro forte remando, imaginávamos que estava pescando, doce ilusão… já estava nos cercando à remo pra cobrar a ancoragem, acreditem… que o Andante no motor não venceu o cara. O nome do remador era Nicolas, ele era até simpático e nos levou até um ponto de ancoragem, soltamos a âncora, ele amarrou a popa do Andante no cais e nos cobrou 20EC (US8), enquanto isso já estávamos cercados por mais uns 4 barquinhos de madeira com pessoas terrivelmente insistentes vendendo de tudo, desde frutas feias e colarzinhos até a ervinha do capeta… rsrsrsrs. O assédio foi tão massante que nos sentimos acoados em nosso barco, parecia que estávamos em uma vitrine e eles nos chamando sem parar… Meu Deus! Que inferno! Entramos na cabine depois de dizer mil vezes – No, thanks! – E conseguimos respirar… Aff!

DSC00875

O lugar é maravilhoso! Se não fosse pelo povo de lá que é muito chato… seria perfeito!

DSC00878

Depois da nossa chegada traumatizante, tomamos coragem, colocamos a cara pra fora e desembarcamos. Queríamos logo conhecer o lugar que tem a magia do cinema, mas antes tivemos que passar por mais incansáveis chatonildos vendendo colares. O negócio foi esquecer totalmente o pouco de inglês que estamos falando e dizer em português o tempo todo – Eu não falo sua lingua – e ficar com aquela cara de bobo olhando pra eles. Caraca!

DSC00882

DSC00888

Bem, vamos ao que interessa. O lugar é massa! Todos os cenários feitos pela Walt Disney estão lá, apesar de mal conservados. Fico imaginando como deve ter sido o ambiente de gravações do filme, afinal eles passaram cerca de 6 meses em Wallilabou.

DSC00887

Pra comemorar mais um porto e uma batalha vencida contra os chatonildos (por enquanto)… vamos à gelaaada!

DSC00896

Voltamos mais tarde para nossos barcos e de lá não saímos mais. No outro dia pela manhã, quando colocamos a cara inchada da noite bem dormida pra fora, já ouvimos – Hi, my friend! – Putz! Não é possivel! Os caras não dão uma folguinha sequer… PQP! Escapamos com aquelas caras de bobos de mais uns 2 ou 3 e desembarcamos. Credo… e eu adorando o lugar, querendo saber mais sobre as filmagens, vasculhar os cenários que estão à Deus dará… nem perguntar pra alguém do local algo sobre o filme a gente podia, pois ja era motivo pra eles nos pedirem alguma coisa, um cigarro, uma coca-cola, um dinheiro, qualquer coisa… Vixi Maria!

DSC00900

DSC00905

Mas eu e o Fer também insistentes… seguimos nossa exploração, até que chegaram mais turistas pra eles amolarem… Aff!

DSC00906

DSC00908

Caminhando pela pequena praia de areias escuras de Wallilabou, encontramos outra locação e lá estava o Bagga, um negro rasta que conhecemos no dia anterior no assédio da nossa chegada, ele nos convidou pra entrar e disse que podíamos ficar à vontade, não pediu nada e nem ficou nos seguindo… ebaaaa! Ai foi minha vez, chega de cara de boba, perguntei à ele  sobre as gravações do filme e também por que os cenários estavam naquela situação. Ele disse que o “Pérola Negra”, aquele navio pirata de Jack Sparrow ficava na baia com mais algumas caravelas imponentes, que a movimentação era grande, que os atores e toda a produção eram sempre simpáticos com os locais, que Johnny Depp gostava de tomar Rum Punch e que as instalações estão parcialmente destruídas porque o Furacão Omar que atingiu a ilha em 2008, deixou sua marca em Wallilabou. Tudo bem… mas eles poderiam dar uma geralzinha, né!

DSC00909

No mesmo terreno dessa locação, encontramos um botequinho, o “Pirates Retreat”… uauauauau! Como nós não resistimos à um boteco, entramos claro! E conhecemos uma figurassa, o Anthony, que valeu à pena!

DSC00910

Depois de uma conversa, com nosso mísero inglês, combinamos uma noitada no bar dele, com musíca brasileira e ”caipirinha”, que prometemos ensiná-lo a fazer.

DSC00913

Compramos dele uma garrafa de Rum Punch, de fabricação própria, colamos o selo na hora… produto exclusivíssimo. Ehehehehe! Mais exclusivo ainda é poder conhecer as histórias de pessoas como a do Anthony, que morou por mais de 30 anos em New York, fez faculdade de “Ciências Políticas” e estudou “Teatro” na Julliard School, fez alguns trabalhos como modelo (acreditem!) em propaganda de cigarros, na década de 70, foi mecânico de avião e podia ganhar muito dinheiro com isso e ganhou algum, mas não se sentia feliz… E ai está ele, feliz… adora música, nos pescou enquanto estávamos passando ao lado de fora e nos ouvindo falar em português, colocou em seu som potente, a música “Não chores mais”, com Gilberto Gil cantando, bem alto e nos convidou para entrar… ele é realmente uma figura. Experiências como esta são particulares de cruzeiristas, nunca conheceríamos Anthony se estivéssemos viajando de forma convencional… e isso é encantador!

DSC00977

A seguir cenas dos próximos capitulos… Wallilabou continua na próxima postagem…

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

ST. VINCENT…

 

Saimos de Bequia rumo à St. Vincent, a maior ilha de St. Vincent e Granadinas, onde está situada a capital, Kingston, são apenas 10 milhas e fizemos o percurso em 2h30 até o Blue Lagoon, que não tem nada de blue… rsrs, e fica bem ao sul da ilha.

Aqui uma marina de barcos para charter, ou seja, pra aluguel, são todos da marca Jeanneau, lindos e me parecem muito bem cuidados.

DSC00849

Mais tarde, resolvemos ir pra Kingston por terra, conhecer a capital. Saimos até a estrada onde passam transportes coletivos, que aqui são feitos por vans particulares… a pior viagem de nossas vidas!!! Além da infame mão inglesa, a ilha é muito acidentada, cheia de curvas fechadas, como uma serra, um sobe e desce sem parar, uma curva atrás da outra e pra completar o cenário de filme de suspense e terror o motorista era um maluco… crazy!!! Corria muito e fazia ultrapassagens arriscadas, uma hora ele entrou em alta velocidade numa biboca pra cortar caminho e eu achei que seria o fim… Aff! mas se estou contando essa história é porque não foi… mas que até os meninos quase se borraram… ahh… foi por pouco! O Fer mesmo disse que nunca passou tanto medo dentro de um carro. Conclusão: Van de maluco, NUNCA MAIS… NEVER MORE!!!

E pra ajudar Kingston, não tem nada de mais… tem é de menos, muita gente mal encarada e pouco simpática. Vamos cair fora daqui brazucas!!! Bastou o passei de van…

DSC00851

No outro dia… rapamos fora pra Wallilabou, ainda em St. Vincent.

DSC00854

DSC00857

DSC00863

Adeeeeeus!

EXPLORANDO BEQUIA

 

No outro dia, fomos convidados para um almoço no “El Duende Cuarto”, dos espanhóis, Enrique e Marta. Então vamos lá, fazer esse sacrifício!

DSC00667

Pra começar, uma surpresa! Eles tinham a bordo, cerveja brasileira, Bohêmia… ebaaaaa! Saudade das nossas cervejas! E serviram uma maravilhosa entrada, de ovas de peixe salagada e um embutido espanhol, aqueles temperados com páprica… delicioso! Hummmmm!

DSC00666

Enrique, o “Chef” da vez, preparou uma barracuda pescada pelo amigo Marcão, do Veleiro Allegro, e fez um “Caldeiro”, prato típico espanhol, se trata de um arroz feito no caldo do peixe, fica delicioso e com sabor muito semelhante ao da Paella. Hummmm… foi um pecado esse almoço! Parabéns Enrique e Marta, estava realmente maravilhoso! É claro, que após essa refeição fomos obrigados a fazer a “ciesta”, aquela dormidinha básica depois do almoço… rsrsrsrsrs.

DSC00668

No outro dia pela manhã, fizemos uma passeio pela ilha, nessas caminhontes com banquinhos da carroceria.

DSC00683

Lá de cima da montanha, avistávamos os nossos veleiros, Andante e Allegro, com nomes de andamentos musicais, a nos esperar, balançando nas águas da baía.

DSC00689

Paisagem local.

DSC00696

A turma toda, inclusive nosso motorista… Marta e Enrique (Veleiro El Duende Cuarto), Fer e eu (Veleiro Andante) e Daniel e Marcão (Veleiro Allegro).

DSC00716

Passamos em viveiro de tartarugas marinhas e do lado de fora tinham umas ovelhinhas soltas, olha que fofinha, encostadinha no ombro do Fer pedindo carinho.

DSC00724

Haviam 300 tartarugas nesse lugar.

DSC00726

Os meninos…

DSC00734

As meninas…

DSC00756

O casal… rsrsrsrsrs.

DSC00739

Dá uma olhada no Pizza Hut de Bequia… rsrsrsrs, a pizza é boa!

DSC00669

No outro dia… fomos mergulhar nessa baia chamada Devil’s Table.

DSC00694

O Fer e eu numa pose sub… para o Marcão tirar uma foto.

DSC01801

Peguei um peixão… olha ai! Ahahahahah…

DSC01802

Nesse lugar a diversidade de corais e peixes coloridos é grande.

DSC01811

DSC01812

Mergulho show de bola! As fotos sub foram tiradas pelo Marcão, do Allegro.

DSC01846

DSC00802

Mais um passeio pela vila antes do fim do dia.

DSC00803

DSC00833

Depois do entardecer, “Reunião de Comandantes” no Allegro, para definir rotas, verificar previsão do tempo, afinal sairemos amanhã. Na verdade, essa reunião é mais um motivo pra tomar cerveja e dar muitas risadas… rsrsrsrs.

DSC00846